Aviso: Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido

através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: "Julgai todas as coisas, retende o que é bom".

Louvado seja Deus!


bons que, procurando ser extremamente gentis com homens maus, causam grande dano a toda a igreja".
Home Comentários Bíblicos APOCALIPSE 3,20 – COMENTÁRIOS

vivendopelapalavra.com

Por: Helio Clemente

Apocalipse 3,20: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”.

Na verdade, a colocação neste verso não é o bater ou abrir a porta, mas, ouvir a Palavra de Cristo. Visto desta forma este verso toma o sentido coerente de todo o evangelho, pois a salvação vem pelo ouvir a Palavra, mas somente aqueles chamados por Deus recebem a Palavra, como vemos em vários versos no evangelho.

Romanos 10,17: “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo”.

João 10, 26-28: “Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas. As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão”.

João 8,43-44: “Qual a razão por que não compreendeis a minha linguagem? É porque sois incapazes de ouvir a minha palavra. Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira”.

João 18,37: “Então, lhe disse Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu dizes que sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz”.

Pode-se ver no verso abaixo, que o sentido de receber está diretamente ligado a ouvir a Palavra de Cristo.

Mateus 10,14: “Se alguém não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés”.

Vemos que Jesus termina quase todas as suas parábolas com este sentido de “ouvir” sem entender, pois este entendimento é dado somente por Deus, segue abaixo a explicação de Jesus aos apóstolos que o questionaram sobre isto.

Mateus 13,9-11: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. Então, se aproximaram os discípulos e lhe perguntaram: Por que lhes falas por parábolas? Ao que respondeu: Porque a vós outros é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas àqueles não lhes é isso concedido”.

Em Atos, vê-se novamente este sentido do ouvir, no sentido salvífico, que é defendida pelos apóstolos.

Atos 3,23: “Acontecerá que toda alma que não ouvir a esse profeta será exterminada do meio do povo”.

Atos 4,19: “Mas Pedro e João lhes responderam: Julgai se é justo diante de Deus ouvir-vos antes a vós outros do que a Deus”.

Quando os discípulos voltaram cheios de si da missão que lhes incumbiu Jesus, ele disse que a obra não era deles, mas de Deus, eles então se afastaram e não mais andavam com ele, recusavam-se a ouvir suas palavras, pois haviam sido feridos em sua vaidade.

João 6,60: “Muitos dos seus discípulos, tendo ouvido tais palavras, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir?”.

Por outro lado, vemos esta situação de uma forma positiva em outras ocasiões.

Lucas 10,24: “Pois eu vos afirmo que muitos profetas e reis quiseram ver o que vedes e não viram; e ouvir o que ouvis e não o ouviram”.

Lucas 10,39: “Tinha ela uma irmã, chamada Maria, e esta quedava-se assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos”.

Lucas 11,31: “A rainha do Sul se levantará, no Juízo, com os homens desta geração e os condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão”.

Lucas 15,1: “Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir”.

Apocalipse 3,20 - Comentários de John Gill: Estas palavras não foram pronunciadas para pecadores não regenerados, nem fazem elas qualquer referência para o abrir dos corações dos homens na conversão, mas são dirigidas ao anjo da igreja de Laodicéia, e para os membros daquela igreja, pessoas já convertidas que professavam o nome de Cristo; os quais, embora não fossem quentes, não eram todavia frios, embora eles estivem neste estado de indiferença; este é o método apropriado para trazê-los de volta; que é um paralelo com a igreja em Cantares de Salomão:

Cantares 5,2: “Eu dormia, mas o meu coração velava; eis a voz do meu amado, que está batendo: Abre-me, minha irmã, querida minha, pomba minha, imaculada minha, porque a minha cabeça está cheia de orvalho, os meus cabelos, das gotas da noite”.

Este texto é o único no qual é dito Cristo bater, e requerer de alguém que abra para ele. O seu estar na porta pode significar sua proximidade para julgar, esta igreja de Laodicéia é a última das igrejas, e representa o estado da igreja nos últimos tempos, que se concluirá com o julgamento final.

Tiago 5,8-9: “Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas”.

Ou senão o propósito é mencionar a sua presença nesta igreja, o que mostra seu continuado amor, cuidado, condescendência, e paciência para com ela. Seu bater na porta não é pelo ministério da palavra, mas por algumas dolorosas dispensações de providência, talvez perseguição. Esta igreja estava em uma forma sonolenta, morna, indiferente e segura de espírito, como aparece a partir do verso quinze:

Apocalipse 20,15-18: “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu. Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas”.

Cristo não permitirá que ela continue assim, e, portanto, toma sua vara em suas mãos, vai à sua porta, e chama, para trazê-la para si mesmo, e para fora deste estado e condição de indolência, indiferença e autoconfiança no qual ela estava; cujo sentido é confirmado pelo verso precedente:

Apocalipse 3,19: “Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te”.

A promessa que ele (Cristo) faz é somente para aqueles que estão sendo chamados, isto é, os eleitos de Deus, que escutam a Palavra de Cristo, a voz da disciplina, e reconhecem quem a ordenou. Quando a voz do Senhor chama, o filho de Deus responde: Eis-me aqui!

Miquéias 6,9: “A voz do SENHOR clama à cidade (e é verdadeira sabedoria temer-lhe o nome): Ouvi, ó tribos, aquele que a cita”.

A disciplina de Cristo pede o exercício de uma vida de fé e amor, o seu ato de bater à porta é apenas o chamado para ouvir a Palavra, somente pela Palavra o eleito recebe a comunhão e intimidade do Senhor, este chamado indica que a comunhão com Deus somente é estabelecida pela Palavra de Cristo. Muitas vezes este ato de abrir a porta não leva a lugar algum, o chamado não era real e a pessoa, por si mesma, ouve, mas não consegue receber a Palavra da verdade.

Cantares 5,4: “O meu amado meteu a mão por uma fresta, e o meu coração se comoveu por amor dele. Levantei-me para abrir ao meu amado; as minhas mãos destilavam mirra, e os meus dedos mirra preciosa sobre a maçaneta do ferrolho. Abri ao meu amado, mas já ele se retirara e tinha ido embora; a minha alma se derreteu quando, antes, ele me falou; busquei-o e não o achei; chamei-o, e não me respondeu”.

Sproul:

Todos já ouvimos evangelistas citarem Apocalipse, capítulo três, verso vinte. Geralmente o evangelista aplica esse texto como um apelo patético ao inconverso, dizendo algo do tipo: “Jesus está batendo na porta do seu coração. Se você abrir a porta, então ele entrará”. Todavia, no contexto da passagem, Jesus dirigiu seus comentários a um grupo de crentes já convertidos, não se trata de um apelo evangelístico. E daí? O ponto é que buscar a Deus é algo que os incrédulos não podem fazer, o incrédulo jamais buscará a Deus sem que seja chamado para isso, o incrédulo não abriria jamais.

Buscar a Deus é resultado da salvação, não a causa dela.

Comentarios (5)Add Comment
0
comentério
escrito por cris, abril 11, 2013
Que a paz do Senhor e salvador Jesus Cristo esteje sempre com vc.
Gostei muito das colocações e desenvolvimento. Aprendi muito com este estudo .
Estou agradecida .
0
Biblico
escrito por Deusimar Gonçalves de Sousa, outubro 15, 2013
smilies/wink.gifDeus é 10 e mais.
0
sobre evangelismo
escrito por uli, novembro 14, 2013
Tenho pensado em falar aos outros de Cristo como se minha função fosse fazer uma espécie de sondagem: eu falo, sabendo que se for um eleito, vai "morder a isca", ou seja, aquela msg vai fazer sentido para ele.
Estou correto em meu modo de pensar? Isso me faz tirar o foco de mim e parar de achar que é a minha habilidade que vai convencer alguém.
Hélio Clemente
Resposta ao comentário de Uli
escrito por Hélio Clemente, dezembro 02, 2013
Caro Ulisses

Somente Deus conhece os seus, mas o evangelho deve ser proclamado a todas as pessoas como se todas fossem passíveis de salvação. Não devemos confiar em nossa habilidade para salvar as pessoas, quem salva é Deus, mas temos a obrigação de adquirir conhecimento e a sensibilidade para falar a quem tem um mínimo de interesse.

Mateus 7,6: "Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem".

Helio
elizabethe ferreira
escrito por bethe
escrito por elizabethe ferreira, janeiro 28, 2014
apaz do senhor jesus gostei muito..................tou muito grato

Escreva seu Comentario

busy
  • Temos para download 441 Livros
  • Este site tem um total de 1178 itens publicados em Artigos

Adicionar aos Favoritos

Adicione aos Favoritos!

Estatísticas

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até Março 2014:
308.268
Total de páginas visitadas até Março/2014:
1.055.205
Web Analytics